O amarelo gen-z está substituindo o rosa millennial no topo das tendências de 2017: veja como usar na decoração

Publicidade Cupom Leroy Merlin

O amarelo gen-z está substituindo o rosa millennial no topo das tendências de 2017: veja como usar na decoração

O rosa millennial é um sucesso: nostálgico e gentil, ele pode integrar desde decorações vintage até o estilo escandinavo. Considerado um dos tons do momento pela Pantone, ele é encontrado em almofadas, sofás, tapetes e vários outros itens de decoração pelas lojas. Mas uma outra cor vem aí para destronar esse preferido nas tendências de 2017: o amarelo gen-z. Vibrante, ele precisa de moderação ao ser utilizado, mas pode integrar projetos de decoração fantásticos e não se prende a nuances específicas. Hoje, o Casa de Verdade trouxe algumas dicas de como integrar o amarelo gen-z aos seus ambientes:

O amarelo gen-z está substituindo o rosa millennial no topo das tendências de 2017: veja como usar na decoração

Aproveite o amarelo gen-z e faça um mix de tendências

De acordo com os arquitetos, o cinza está em alta e, olha que maravilha: ele combina perfeitamente com a cor do momento. A sobriedade do cinza pede algo a mais e o excesso de nuances escuras cria um ar um pouco triste. Aqui o amarelo gen-z entra na jogada: vibrante, ele pode ser utilizado para criar o chamado ponto de cor, ou seja, um destaque especial na composição da paleta de cores do espaço. Por chamar toda a atenção para si, o amarelo gen-z deixa o cinza como pano de fundo: dessa forma, a cor cumpre o seu papel de dar sofisticação ao cômodo sem exagerar na sobriedade.

Energize os ambientes com essa cor vibrante

As cores de um cômodo afetam significativamente o humor de quem está nele. Isso explica o receio de muitos em ousar na decoração: tons neutros como o branco são campeões eternos de venda. Mas que tal utilizar as cores ao seu favor? No caso do amarelo gen-z, lidamos com as sensações de descontração, otimismo e alegria. Isso torna ele ideal para os ambientes de trabalho e estudo, como escritórios. Uma parede com o amarelo gen-z pode trazer um toque especial ao seu home office ou ao canto de estudos dos seus filhos e ainda vai ajudar a melhorar o desempenho e a disposição. Tem uma sala ou área de recreação em casa? A cor também pode cair muito bem. Há só uma ressalva: caso o ambiente também seja utilizado para descanso, deixe o amarelo gen-z de lado, já que as suas características energizantes podem atrapalhar os momentos de tranquilidade.

O amarelo gen-z está substituindo o rosa millennial no topo das tendências de 2017: veja como usar na decoração

Combine com o estilo industrial

A decoração industrial ainda está no topo das tendências de 2017 e traz alguns elementos que podem harmonizar com o amarelo gen-z. As paredes de cimento queimado, por exemplo, inserem o cinza nos ambientes e, como já dissemos lá em cima, a combinação desses dois tons pode ser fantástica. Além disso, no geral a decoração industrial não traz uma paleta de cores ousada: é por isso que o amarelo pode ser interessante para os adeptos desse estilo que querem mais cor em suas casas – e o melhor: sem perder nem a modernidade.

Dicas extras:

1- O amarelo gen-z pode assustar de primeira: o tom é, de fato, vibrante e pode parecer excessivo para quem gosta de uma decoração mais conservadora. Se esse for seu caso, que tal começar com algo bem simples? Uma moldura de quadro ou um vaso de planta pintado com o tom pode ser um bom começo!

2- Por dar um ar enérgico aos ambientes, o amarelo gen-z pode não ser uma boa pedida para quartos infantis ou de adolescentes. Quer usar de qualquer jeito? Aposte nos detalhes, como pendentes ou luminárias revestidos com a cor.

3- A combinação do amarelo gen-z com o rosa millennial pode ser complicada. Se você quer outra cor tendência de 2017 no seu cômodo, aposte no greenery, um verde vibrante que pode ser utilizado tanto na forma de itens de decoração quanto em plantas.

Publicidade Saldão Leroy Merlin

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo