Dicas

Torneira com defeito: saiba identificar um vazamento e evitar desperdício de água

Torneira com defeito: saiba identificar um vazamento e evitar desperdício de água

Os problemas de uma torneira vazando vão muito além do chato pinga-pinga: o desperdício de água causado é de, em média, 46 litros por dia – aproximadamente 16.500 litros em um ano. E levando em conta o nosso atual cenário, o impacto ambiental disso é grande: apenas 3% da água disponível é doce e as reservas estão se tornando cada vez mais incomuns. Só para se ter uma ideia, a quantidade de água potável produzida pelo ciclo natural é a mesma desde 1950 e estima-se que ela não crescerá até 2050. É por isso que economizar água como se pode é um gesto responsável e, saber consertar vazamentos, é uma ótima habilidade para conseguir esse objetivo.

Aprenda os primeiros passos para evitar desperdício em torneiras

Torneira com defeito: saiba identificar um vazamento e evitar desperdício de água

Primeiro, comece identificando se a sua torneira está realmente vazando, o que é bem simples: fechou completamente e ela continuou a pingar? Hora de consertá-la – processo que, em geral, é fácil e pode ser feito em casa. A peça a ser trocada é popularmente chamada de “borrachinha”, mas seu nome oficial é vedante. Você costuma encontrar ela em borracha ou silicone, mas esse último é mais durável.

Passo a passo para consertar a sua torneira quebrada

Feche o registro geral do banheiro ou, na ausência dele, o da casa.

Encontre debaixo da pia o engate flexível (uma mangueirinha branca) e desenrosque-o. Assim, você conseguirá retirar a torneira inteira.

Com a torneira em mãos, solte o chamado pino protetor – a parte que une o “acabamento” (a parte que abre e fecha a torneira) ao resto.

Torneira com defeito: saiba identificar um vazamento e evitar desperdício de água

Logo abaixo, há uma outra parte de metal que é facilmente desenroscada, revelando outra parte branca, onde estará o vedante.

Retire o vedante velho e troque pelo novo.

Remonte a torneira fazendo os passos inversos e, com o registro apenas levemente aberto, veja com cuidado se deu certo (caso contrário, você poderá tomar um banho!).

Observação: Este passo-a-passo é válido apenas para torneiras comuns. Para aquelas chamadas de ¼ (ou seja, que precisam de apenas ¼ de volta para abrir, não uma volta inteira ou mais) o vedante interno é de cerâmica e, por isso, precisam de um reparo profissional.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo