CozinhaMóveis

Aprenda truques para bancadas de cozinha

Aprenda truques para bancadas de cozinha

Sem elas, a praticidade na cozinha é praticamente nula. Nos banheiros e lavabos, elas funcionam como elemento de organização e também de beleza. E na área gourmet é praticamente item obrigatório. As bancadas são imprescindíveis e, sabendo dessa importância, o mercado investe pesado para inovar, descobrir novos materiais e fazer desse acessório algo personalizado para os ambientes. Quer saber mais? Então conheça os materiais que atualmente são tendência em cozinhas e lavabos. Por isso, listamos aqui as vantagens e eventuais desvantagens de cada um deles para orientar as suas escolhas.

O primeiro é o aço-inox, que tem como pontos fortes a higiene e a durabilidade, além da manutenção. Top quando o assunto é cozinha industrial, já que permite fazer, em uma peça só, a bancada completa com lixeira, cuba e frontão, ele deixa a desejar apenas porque risca com facilidade. Mas se isso não for problema para você, invista porque é resistência na certa. O azulejo é outro material bastante procurado porque, no geral, é econômico, mesmo sendo necessário fazer toda a base da estrutura em alvenaria. Mas cuidado! Por ser sensível, existe uma série de observações, como manuseio (para evitar quebra-quebra) e cuidados no dia a dia, já que eles trincam, por exemplo, com panelas muito quentes.

Além disso, o rejunte precisa ser bem pensado porque, caso contrário, compromete o resultado visual. Os conhecidos Silestone, Marmoglass e Techinostone, chamados de mármores compostos, são um dos mais buscados atualmente. De aparência única, desenho moderno, com grande variedade de cores e estruturas, elegância, alta resistência e manutenção definitivamente merecem atenção, pois traz uniformidade no aspecto geral da cozinha e estão entre os mais resistentes. Toda beleza e tecnologia exigem maior investimento, pois esses materiais são top também no quesito custo. Outro famoso é o Nanoglass. É um material industrializado de alta tecnologia, obtido através de matéias primas selecionadas. Resistente, com fácil manutenção, sem porosidade, o que evita manchas, ganha na neutralidade, permitindo brincar com a decoração, também exigindo bom investimento. No mundo das pedras, assim como o mármore, o granito também entra como um dos queridinhos e a oferta de texturas, cores e nuances é potencializada por ter bastante variedade no mercado brasileiro. Entre as vantagens: ele dura bastante, o custo não é alto e a manutenção é prática. A desvantagem é que é necessário critério para a escolha do material. Lembre-se sempre que pedras escuras podem deixar a cozinha visualmente menor e corre-se o risco de pesar no visual. Finalmente, as madeiras. Em alta, as de demolição ganharam status de objeto de desejo por concederem aconchego, calor e, dependendo do aspecto, uma rusticidade elegante. Fáceis de instalar, não requerem adaptações, geralmente apresentam bom desempenho a umidade, pois são tratadas e/ou preparadas, além de sua forte característica “ECO” e sua aderência a cubas de apoio, semi encaixe e sobrepor.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo