Decoração e TendênciaDicas

O jeito certo de pendurar quadros e outros 3 erros de decoração que até os designers de interiores cometem: veja como evitar em casa

O jeito certo de pendurar quadros e outros 3 erros de decoração que até os designers de interiores cometem: veja como evitar em casa

Decorar a sua casa é um processo empolgante: quem não quer ter o cantinho mais aconchegante e bonito possível? São tantos elementos a se escolher, das paredes aos móveis, das ornamentações à iluminação. Com todos esses detalhes pela frente, errar é fácil – até para os profissionais. Separamos aqui alguns dos erros mais comuns para que você não repita em casa:

O jeito certo de pendurar quadros e outros 3 erros de decoração que até os designers de interiores cometem: veja como evitar em casa

Pendurar os quadros no local incorreto

Os quadros são uma ótima maneira de decorar a sua casa. Baratos e práticos, eles podem trazer uma beleza inigualável a cômodos de diferentes estilos, além de demonstrarem a personalidade do morador. Enfim, é fácil se render, mas um errinho também é comum: colocar na altura incorreta. Até mesmo os designers profissionais sofrem desse mal, mas felizmente há uma altura média que você pode utilizar como referência: 1.5 metro. Não deixe, porém, de fazer as marcações corretas antes de colocar os quadros, alinhando tudo com ajuda de uma trena. Vai usar a furadeira? Cheque nossas dicas por aqui.

Falta de planejamento

Se engana quem acha que pensar no bom uso do espaço é só para aqueles com casas pequenas. Embora ambientes reduzidos precisem de um pouco mais de cuidado, qualquer casa deve ser planejada para ter a maior praticidade possível – dessa forma, a sua decoração fica mais coerente e seu dia-a-dia mais fácil. Ao comprar novos móveis ou até mesmo fazer mudanças, tenha um pequeno mapa de onde colocar cada coisa, além de sempre prestar atenção à possíveis incoerências entre cores e texturas.

Má iluminação

A iluminação é parte essencial de um cômodo bonito – mas não basta só utilizar belos lustres e pendentes: você tem que, na verdade, planejar muito bem o esquema de luzes da sua casa. É essencial prestar atenção a fatores como a cor das lâmpadas (amarela é mais aconchegante; já a branca revitaliza) e se elas provocam um efeito direto ou indireto. Outro aspecto muito importante é o equilíbrio entre o uso da luz artificial e natural – a última deve ser sempre privilegiada, com janelas amplas e cortinas ou persianas reguláveis.

Se deixar levar pelos excessos

O excesso de informação é um dos maiores perigos da decoração. Um cômodo carregado não é só esteticamente desagradável – ele também pode prejudicar a qualidade da vida dos moradores da casa. O maior erro aqui está na combinação de diferentes estampas: embora seja possível fazer com que tecidos geométricos combinem com um papel de parede listrado, por exemplo, outras combinações podem ser um pouco mais complicadas. Antes de se comprometer com a compra de sofás, papéis de parede e acessórios, tente conseguir amostras dos tecidos e cores, colocando-os lado a lado. Dessa forma, você pode ter uma ideia se o resultado final vai combinar ou não.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo