Como fazerPiso e Revestimento

Como fazer piso de cimento queimado

Se você é do time que passa horas vendo casas no Pinterest, sem dúvidas, já encontrou algum cantinho inspirador, com piso feito de cimento queimado.

Esse estilo, que surgiu para economizar gastos nas obras, se tornou um marco na decoração industrial e ganhou o coração de muita gente.

Inclusive, por causa da popularização da estética, muitas tintas e até papéis de parede surgiram no mercado, para criar o mesmo efeito.

Porém, a versão original é a opção preferida de muita gente. Como somos fãs do bom e velho DIY, vamos te ensinar exatamente como fazer piso de cimento queimado! Claro, na versão tradicional.

Como fazer piso de cimento queimado

Atualmente existem no mercado massas prontas de efeito cimento queimado, contudo, se você optar por fazer o piso de cimento queimado tradicional, é preciso seguir alguns cuidados para evitar as temidas trincas e manchas. Alguns dos materiais que você vai precisar para garantir mais sucesso nesse processo são:

Régua de alumínio;

Enxada;

Broxa;

Desempenadeira de aço;

Cimento;

Areia fina;

Juntas de dilatação;

Resina acrílica.

Agora que você já sabe de tudo o que precisa para fazer um piso de cimento queimado, é hora de entender o passo a passo e transformar o seu ambiente com mais praticidade. Confira as dicas que reunimos para ajudar você a seguir!

1. Limpe a área de aplicação do cimento

O primeiro passo do processo é limpar muito bem a área onde o cimento vai ser aplicado, além de tratar todas as falhas para nivelar o piso, tirando possíveis sujeiras que podem prejudicar o acabamento.

2. Aplique a resina acrílica

Depois de fazer uma limpeza geral, tendo cuidado com os detalhes, você deve aplicar a resina acrílica, que vai dar uma aderência maior ao cimento líquido. Depois de colocá-la, é indicado passar vassoura para espalhar bem a resina.

A resina deve ser colocada pelo menos duas vezes e, para corrigir as patologias do piso, você pode usar uma espátula e uma esponja úmida.

3. Nivele o rejunte da cerâmica

Para fazer o nivelamento, é recomendado misturar o pó de cimento com 25% de água em um balde, usando um misturador de argamassa. Vale deixar um balde com água por perto para facilitar o trabalho e manter a mistura líquida.

4. Coloque o piso

Depois de passar a vassoura em todo o local, é hora de colocar o piso. Para isso, é necessário saber a extensão do ambiente e, assim, descobrir a quantidade de material que você vai precisar.

Para 1 m², é preciso ter 1 kg para fazer um piso de 1 mm, mas não é recomendável fazer pisos de apenas 1 mm. O ideal é de 3 mm a 4 mm. Os materiais indicados para essa atividade são:

Balde de 18L;

• Delimitador de cantos;

Espátula dentada;

• Sapato de grampos (opcional);

Rodo dentado com nivelador;

Fura bolhas.

Após fazer a aplicação, é só utilizar o fura bolhas para espalhar o piso e misturar mais uniformemente.

Caso você queira uma cor cinza mais escura que o cimento, pode usar corante preto com água para fazer a mistura. É importante diluir bem o corante com a água, colocar a massa e bater esses materiais por pelo menos cinco minutos para evitar tons indesejados ou falhas.

5. Passe a resina acrílica para selar o piso

Quando o piso secar, é hora de passar duas demãos de resina acrílica para manter o que foi feito no piso. Para isso, vale usar um rolo de pintura para resina com 6 mm de espessura de pelo.

6. Use um mop com cera líquida para encerar o piso

Depois de tudo pronto, é chegado o momento de deixar o piso brilhando. Quando a cera é colocada sem ser puxada pelo cimento, é sinal de que o trabalho de impermeabilização foi bem feito.

Viu só como é fácil aplicar o piso de cimento queimado líquido? Esperamos que as nossas dicas ajudem você a transformar o seu cantinho de forma simples, rápida e prática. Vale ressaltar que essa técnica também pode ser utilizada em paredes ou muros e até para nivelar o seu piso.

O que é cimento queimado?

O cimento queimado nada mais é uma argamassa feita de cimento, areia e água. O revestimento é criado no próprio piso, e sua espessura é de aproximadamente 2 a 3 cm. Além disso, a aplicação é fácil e deve ser feita em um contrapiso já nivelado, com alguns cuidados.

A diferença dessa técnica é que, após aplicar a argamassa no chão, é necessário polvilhar cimento por cima dela, para criar mais resistência e evitar trincas. Esse processo, chamado de “queimar o cimento”, cria a estética mais manchada e natural do piso.

Seu aspecto mais bruto gera um efeito muito interessante, tanto para estilos de decoração mais rústicos, quanto modernos. Existem ainda outras vantagens e desvantagens do piso de cimento queimado, que te contamos a seguir!

O cinza faz parte da cartela de tons neutros (junto com o branco, o preto e o bege), o que forma uma base perfeita para quem deseja trazer cor aos móveis e itens de decoração do ambiente.

Vantagens do piso de cimento queimado

• Fácil de aplicar e pode ser feito por conta própria;

• Fácil de limpar, pois não acumula sujeira;

• Resistente;

• Não possui rejuntes;

• Barato de fazer;

• Pode ser colocado outro piso por cima, se você se cansar do material;

• Pode ser aplicado em áreas internas ou externas;

• Pode ser feito em cima de contrapiso já existente;

• Existem cores diferentes, além do cinza, que dão um charme extra no ambiente;

• É versátil e combina com praticamente todos os estilos de decoração (rústico, minimalista, industrial, moderno, escandinavo).

Desvantagens do piso de cimento queimado

• Material poroso, com mais capacidade de absorver líquidos e manchar;

• Pode trincar e criar fissuras, com o tempo, ou com uma aplicação sem cuidados;

• Quando está molhado, pode ficar muito escorregadio. Então, não é recomendado para áreas úmidas, como ao redor de piscinas ou em banheiros;

• É um material gelado e que não retém bem o calor. Por isso, pode diminuir a sensação de aconchego, no inverno ou em regiões mais frias.

Porém, essa frieza pode ser balanceada com plantas e objetos de decoração em cores mais quentes. Podem ser almofadas em tons terrosos, objetos de palha ou até mesmo uma lareira.

Além disso, muitas desvantagens podem ser evitadas, na própria aplicação da massa. Portanto, continue a leitura, para descobrir os segredos de um bom acabamento!

Melhor mistura para piso de cimento queimado

Para fazer o cimento queimado tradicional, a melhor mistura é de três medidas de areia para cada uma de cimento. Ou seja, se você precisa de 1 kg de cimento, usará 3 kg de areia.

Porém, com os anos, o mercado percebeu o sucesso desse material, então criou massas prontas e tintas de cimento queimado para imitar o mesmo efeito. Esses produtos têm a vantagem de não causarem as famosas trincas, além de serem fáceis de aplicar.

Se você busca uma alternativa mais rápida e semelhante, fica a nossa dica! Algumas alternativas, contudo, funcionam apenas em paredes, não em pisos. Portanto, leia as instruções de cada fabricante antes de fazer a aplicação.

Produção Michell Lott Foto: André Klotz Fonte:Apartamento 203

Cuidados durante a aplicação do cimento queimado

Se você seguir o passo a passo acima direitinho, provavelmente não cometerá erros. Porém, para garantir mais resistência e menos fissuras, separamos alguns cuidados especiais.

Para evitar trincas e fissuras

O cimento queimado trinca com o tempo, pelas características do próprio material. Para minimizar esse efeito, você pode colocar na mistura um adesivo de alto desempenho.

Outra forma de evitar fissuras é colocar as juntas de dilatação (que, em média, têm de 3 a 4 mm), a cada 2 metros de distância no piso.

Por fim, não crie expectativas de um piso lisinho, porque a característica desse revestimento é justamente um aspecto mais bruto e rústico.

Para evitar manchas

Para evitar manchas e diferenças de cores, inicie o processo cedo e sem longas pausas. Quando o dia começar a escurecer, ficará difícil notar detalhes no acabamento. Também não é possível usar a massa no dia seguinte, então tudo precisa ser feito de uma vez só.

Use a mesma tonalidade e o mesmo lote do cimento, para não correr risco de algumas áreas ficarem mais escuras que outras. Nesse sentido, vale a pena comprar material extra, para ter certeza que será o mesmo produto usado em todo o local.

Outra dica de ouro é não utilizar cimento velho, pois o resultado não será tão eficiente.

Por fim, não se esqueça de umedecer o cimento, enquanto ele seca (durante 3 a 4 dias), em um intervalo de 8 horas. Essa etapa é fundamental nas áreas externas, com exposição ao sol e a ventos fortes.

Como impermeabilizar o piso de cimento queimado?

Para impermeabilizar o piso de cimento queimado, basta aplicar uma resina acrílica (brilhante ou fosca) na superfície, depois do tempo de cura da massa. Outra opção é um impermeabilizante hidrofugante, que dará uma resistência maior à umidade.

• Leia mais: Como impermeabilizar laje?

Como fazer o piso cimento queimado colorido?

A opção mais simples para fazer cimento queimado colorido é pintar o piso com tinta epóxi, após o cimento queimado ficar completamente pronto. Outra opção é colocar pigmentos em pó ou em líquido, já na distribuição do cimento pela superfície (no processo chamado de queima). Para cada 10 medidas de cimento, basta colocar uma de pó xadrez, da cor desejada.

Qual a melhor resina para piso cimento queimado?

A resina mais indicada para piso de cimento queimado é a acrílica, brilhante ou fosca. Algumas sugestões extras são que ela seja antiderrapante, incolor, à base de solvente e impermeabilizante. Para manter o brilho e a proteção ao longo do tempo, uma cera incolor já é o suficiente.

Decoração com piso de cimento queimado

Agora que você sabe como fazer o piso de cimento queimado em casa, separamos algumas inspirações que provam a versatilidade desse revestimento. Seja na sala, no quarto, na cozinha ou nas áreas externas, esse material garante um efeito como nenhum outro!

1. Piso de cimento queimado em um café

2. Piso de cimento queimado na natureza

Arquitetura: ARKITITO Arquitetura Foto: Vivi Spaco Fonte: Arch Daily

3. Piso de cimento queimado colorido

Arquitetura: VAGA Foto: Pedro Napolitano Prata Fonte: Arch Daily

4. Piso de cimento queimado com tijolinhos

Arquitetura: Casa100 Arquitetura Foto: Quadra 2 Fotografia Fonte: Arch Daily

5. Piso de cimento queimado com tijolinhos brancos

Arquitetura: SuperLimão Studio Foto: Maíra Acayaba Fonte: Arch Daily

6. Piso de cimento queimado em conceito aberto

Arquitetura: Macaxá Arquitetura Foto: Gisele Rampazzo Fonte: Arch Daily

7. Piso de cimento queimado na varanda de casa

Arquitetura: LCAC Arquitetura Foto: Rómulo Fialdini Fonte: Arch Daily

8. Piso de cimento queimado em estilo moderno

Arquitetura: VIVA Arquitetura Foto: Alexandre Zelinski Fonte: Arch Daily

9. Piso de cimento queimado em cozinha industrial

Arquitetura: Nomos Foto: Luis Asín Fonte: Arch Daily

10. Piso de cimento queimado em sala industrial

Arquitetura: Nomos Foto: Luis Asín Fonte: Arch Daily

11. Piso de cimento queimado em cozinha estilo desert

Arquitetura: Andrew Burges Architects Foto: Peter Bennetts & Prue Ruscoe Fonte: Apartamento 203

12. Piso de cimento queimado em varanda de apartamento

Produção: Apartamento 203 Arquitetura Foto: Não informado Fonte: Apartamento 203

13. Piso de cimento queimado em escritório

14. Piso de cimento queimado em cozinha integrada

15. Piso de cimento queimado em área externa

Arquitetura: Troyano Arquitetura Fotos: Marcelo Donadussi Fonte: Arch Daily

Conclusão

Não existe muito segredo nos passos de como fazer o piso de cimento queimado. Basta tomar alguns pequenos cuidados, para evitar fissuras ou trincas no futuro.

Justamente pela facilidade e rapidez na aplicação, é recomendado para quem quer economizar e criar grande impacto visual.

Gosta do estilo industrial, ou acha essa estética de piso mais bruto interessante para sua decoração? Então, aproveite nossas dicas e coloque a mão na massa!

Aproveite para comentar aqui embaixo o que você acha desse tipo de revestimento.

Leia mais:

Como preparar cimento e argamassa?

Como pintar piso com tinta Epóxi

Como fazer parede de cimento queimado (like a pro)?

Banheiro industrial: 10 produtos para você levar esse estilo para o seu

15 tipos de piso: conheça os melhores para sua casa

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo