Piso e Revestimento

Tipos de Revestimentos para fachadas: dicas para o seu projeto!

Fachada com Revestimento Tijolinho

Há diversos tipos de revestimento para fachada, mas você precisa conhecê-los bem para escolher o acabamento perfeito para um projeto. Essa área da obra merece total atenção, já que funciona como um cartão de visitas, gerando expectativa do que há dentro da construção.

O que você prefere: uma fachada de destaque, uma fachada moderna ou uma fachada discreta? Independentemente da escolha, é a combinação de um revestimento com outros elementos de decoração que dará a cara do espaço. E, se bem planejado, ele terá harmonia visual e durabilidade ideal

Neste post, confira os principais materiais de revestimento para fachada, ideias de uso e cuidados para cada um!

Pastilhas como revestimento para fachada

As pastilhas de porcelanato são perfeitas como revestimento para fachada. Afinal, tem muita durabilidade e oferece inúmeras possibilidades de texturas e cores.

Fachada de prédio com pastilhas

O revestimento para fachada branco tem a vantagem de combinar com qualquer outra cor sem sobrecarregar o visual (Foto: Portobello S.A.)

Das coloridas aos clássicos preto e branco, há modelos grandes e pequenos que definirão o estilo da fachada. Se você é uma pessoa que gosta de acompanhar o que há de mais inovador em arquitetura e design, saiba que as pastilhas coloridas são grandes tendências de decoração.

Ideias de uso

A pastilha pode ser aplicada na totalidade da fachada ou combinada com outros materiais, evidenciando a sua versatilidade. Priorize sempre a harmonia entre as cores, para deixar o projeto com um ótimo resultado.

Cuidados

A pastilha de porcelanato é muito resistente, o que elimina boa parte do risco de quebra. Porém, precisa ser lavada de tempos em tempos, principalmente quando as peças são de cores claras. Assim, a beleza será mantida.

Dicas para escolher pastilhas para fachada

Para um ar mais neutro e discreto, o revestimento para fachada Arq Design Neve Portobello, da linha Arquiteto Urbano, é a escolha certa. O tom de gelo e o tamanho reduzido da pastilha branca garantem uma atmosfera delicada. O diferencial dessa peça é que ela ainda pode ser usada em cozinhas e banheiros.

Madeira como revestimento externo na fachada

A madeira é um clássico das casas de campo, incorporada principalmente em projetos rústicos, que fazem uso desse material orgânico com maestria. Em fachadas, opções brutas e tratadas são priorizadas, já que a área fica exposta ao sol e à chuva sempre.

Porcelanato madeira Ibirapuera Mix Portobello

Porcelanato Ibirapuera Mix, da linha Ecodiversa da Portobello, reproduz madeira, da fosca à brilhosa (Foto: Portobello S.A.)

Ideias de uso

Como a madeira exige manutenção frequente, você pode aplicá-la em pequenas partes da fachada, para complementar o visual. Quando é possível colocá-la em áreas protegidas por coberturas ou beirais de telhados, ganha longevidade.

Combinar a madeira com outros materiais robustos para revestimento de fachada, como o cimento, cria um efeito incrível.

Cuidados

A vida útil da madeira depende de cuidados constantes. Portanto, o material precisa passar por tratamento com verniz e outros produtos. Assim, o mofo e o descascamento ficarão longe da fachada.

Dicas para escolher madeira para fachada

A madeira pode conferir um aspecto tanto bruto quanto delicado ao seu projeto. O uso mais comum é no formato de ripas, para entregar um efeito semelhante a um estrado de cama. Esse tipo de construção ainda oferece espaço para um jardim vertical, ícone de projetos biofílicos.

Você ainda pode usar um revestimento que reproduz a madeira, como o porcelanato Ibirapuera Mix, da linha Ecodiversa Portobello. O material é fiel à textura orgânica, além de ser muito resistente.

Pedras para revestir fachadas

As pedras oferecem várias possibilidades em revestimento para fachada, já que existe ampla variedade de tipos na natureza. Grandes ou pequenas, lisas ou texturizadas, brancas ou coloridas, elas dão um charme e um aspecto de “caverna” ao projeto.

Pedra no revestimento da fachada interna da casa

Revestimento Mos Brera Off White Portobello cria efeito que lembra parede de pedra de granito (Foto: Portobello S.A.)

Ideias de uso

Geralmente, o uso de pedras como revestimento para fachada exige a complementação de outros materiais que suavizem o efeito grosseiro e natural delas. Aplicá-las em partes estratégicas confere um toque rústico e preciso ao lugar.

Cuidados

Uma das principais vantagens de escolher pedras como revestimento em fachadas é a sua durabilidade e resistência contra o sol e a chuva. Ainda assim, esse material precisa ser lavado com certa frequência. Principalmente as opções mais claras, que acumulam a sujeira e fuligem do ar.

Dicas para escolher pedras para fachada

Há uma infinidade de tipos de pedras para usar em fachadas. Se pretende dar um aspecto mais bruto, cores escuras e proporções maiores surtirão um melhor efeito; já o contrário pede opções com características opostas.

Uma dica muito útil é aplicar um revestimento de porcelanato com aspecto de calcário, que rende um efeito tão expressivo quanto o das pedras. O revestimento Luton Ash Portobello é um modelo que garante uma fachada escurecida, enquanto o revestimento Mos Brera Off White Portobello dá mais amplitude com sua cor clara.

Tijolos para preencher fachadas

O tijolo continua sendo o queridinho das casas que prezam pelo tradicional e campestre. A união de diversas peças dá a cara de fachada executada com esses blocos. Os tons terrosos garantem destaque, que ainda pode ser fortalecido com a aplicação de vernizes.

Revestimento cerâmico imita tijolinho na fachada

Olhando tanto de perto quanto de longe, nem parece que se tratam de revestimentos cerâmicos, e não tijolos (Foto: Portobello S.A.)

Ideias de uso

O tijolo pode ser usado em fachadas inteiras ou como destaque. Assim, chama a atenção de quem vai adentrar a construção ou de quem passa pela frente do projeto.

Cuidados

Apesar de os tijolos serem robustos, precisam de tratamento para aplicação em fachadas. O verniz do tipo epóxi é recomendado; assim, a ação da chuva e do sol não degrada o material, que pode deteriorar facilmente sem essa película protetora.

Dicas para escolher tijolo para fachada

Quando o assunto são tijolos, a paleta de cores é vasta e tende sempre para os tons terrosos, reafirmando o caráter natural e rústico do material. Então, a dica para usá-lo é priorizar opções que vão destacar ou mesmo uniformizar o seu projeto.

Revestimento preto brilhoso na fachada

Grandes fachadas ganham um toque especial com o revestimento preto brilhoso, que ainda ajuda a esconder a sujeira típica da fuligem de centros urbanos (Foto: Portobello S.A.)

Para dar uma cara imponente ao espaço e garantir um tom sóbrio, o revestimento Chroma Black Portobello é perfeito. Em uma linha atemporal que dialoga muito bem com cores claras, as peças pretas com acabamento brilhoso chamam a atenção.

Também é possível aplicar revestimentos para fachada que imitam perfeitamente o aspecto final de uma parede de tijolos. O porcelanato Georgian Red Portobello oferece essa vantagem e é produzido em um material bastante resistente, principalmente à chuva, que é uma das maiores inimigas das peças originais.

Pintura para revestir áreas externas

A pintura é a mais básica escolha em revestimento para fachada, mas nem por isso a mais frágil ou “a última opção”. Sua simplicidade é o seu maior atrativo, ao oferecer centenas de tonalidades que vão dar as boas-vindas a quem entrar no imóvel.

Revestimento Yorkshire Light Portobello em Fachada de prédioPintura combinada com revestimento Yorkshire Light em tom semelhante cria efeito simples e harmônico (Foto: Portobello S.A.)

Ideias de uso

Uma boa ideia é aplicar o grafiato. Essa é uma técnica de textura que confere maior durabilidade a paredes em áreas externas e dá uma beleza única ao espaço.

Cuidados

O único empecilho da tinta é que, com o tempo e os efeitos do clima, ela pode rachar. Portanto, a pintura precisa de retoques ou mesmo novas aplicações completas anualmente, para conservar o aspecto e proteger a parede.

Dicas para escolher

Esse tipo de superfície precisa de tintas mais resistentes. As acrílicas são excelentes alternativas. Elas são mais espessas e têm alto rendimento por metro quadrado.

Aliar a tinta a um revestimento, como o Yorkshire Light tipo tijolinho, traz mais versatilidade e beleza ao projeto. Essa combinação é típica em obras modernas e garante um relevo destacado na fachada.

Normas técnicas para fachadas

Vale reforçar que, na hora de definir o seu revestimento para fachada, é importante contar com o apoio de um engenheiro. Há uma série de normas específicas para a construção dessa área do projeto. Portanto, é preciso segui-las à risca — ainda mais porque elas garantem a total segurança do espaço e contribuem para evitar o desperdício de materiais.

Confira todas as normas técnicas para fachadas, além de muitas dicas da Portobello e da Leroy Merlin para o cálculo de materiais e revestimentos nessa área do projeto!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo